Projeto Pandemia FESSPMESP - Servidores Públicos: Mãos que movem o Brasil, a serviço das comunidades

NOSSAS BANDEIRAS DE LUTA

Geral

1) Participação dos representantes sindicais nas discussões de combate a Pandemia;

2) Garantia de fornecimento de EPI’s em quantidade e qualidade à todos os profissionais envolvidos na pandemia;

3) Abono emergencial de incentivo pela dedicação exclusiva em enfrentar a morte todos os dias e ao final da Pandemia, estendê-lo por 90 dias para se colocar de pé como um ser humano decente, com um pouco de investimento pessoal;

4) Manutenção dos direitos já conquistados;

5) Participar dos debates sobre a pós Pandemia, sobre o papel dos profissionais, como: recursos humanos, psicólogos, psiquiatras, médicos em geral, massagistas, fisioterapeutas e assistentes sociais com a montagem de grades a pequeno e médio espaço de tempo para atender toda nossa população;

6) Instituir Comissão Permanente Nacional com a CSPM e Central para tratar de assuntos relacionados aos Servidores Públicos no Combate a Pandemia com o Chefe do Poder Executivo, Deputados Federais e Senadores;

7) Instituir Comissão Permanente Estadual com as Federações e Central para tratar de assuntos relacionados aos Servidores Públicos no Combate a Pandemia com os Governadores dos Estados e Assembleias Legislativas;

8) Instituir Comissão Permanente Municipal com os Sindicatos, e Federações para tratar de assuntos relacionados aos Servidores Públicos no Combate a Pandemia com os Prefeitos e Câmaras de Vereadores;

9) Retomada imediata das negociações coletivas dos servidores que estavam em andamento, com garantia da revisão geral;

10) Exigir a suspensão imediata do aumento da alíquota previdenciária até que seja possível negociação com os Poderes Executivos.

11) Exigir a extinção da PEC 10 que traz medidas de austeridade e ajuste fiscal para pagar essa dívida, reduzindo toda a capacidade de investimentos sociais em áreas essenciais como saúde, educação e pesquisa científica, assistência social etc., além de suprimir direitos sociais, em especial os previdenciários e trabalhistas, aprofundando cada vez mais a desigualdade social, enquanto os lucros dos bancos seguem batendo recordes trimestrais bilionários;

12) Exigir que todos os profissionais de saúde e demais serviços que estão trabalhando no combate ao COVID-19, sejam testado periodicamente.
A realidade do servidor público vai além das trincheiras do que é exato e sim do que é humano, do qual trabalhamos para o nosso capital final é o bem-estar da população, por isso reflitam trabalhadores!

O sindicato é a sua capa, seu guarda-chuva, seu cobertor para os dias frios, é o que te defende, protege e guarda!

Voltar para a página inicial do projeto.

Deixe uma resposta